> Palavra de amigos

​Ouvindo o mundo
Aprenda a ouvir, revezes e aborrecimentos cotidianos podem ser mais que simples fatos.......lembro um fato corriqueiro do dia em que estava saindo de viagem para o interior quando ligaram-me de uma loja para que fosse entregue em minha casa, um armário que havia comprado. Logo pensei na má sorte que tive, pois o móvel que havia esperado mais de dez dias, finalmente havia chegado e bem no momento em que iria sair para viajar. Para não atrasar a viagem, pois estava a serviço, resolvi deixar a chave com o porteiro do prédio para que permitisse que o pessoal da entrega deixasse o armário dentro do apartamento. Assim que voltei, dois dias depois, ao entrar em casa notei que o armário ainda não estava montado. Pra piorar a situação, eu novamente estava de saída para outra viagem e não conseguia ligar para a loja para reclamar e tampouco para pedir que fossem montar o armário. Assim, resolvi deixar a chave novamente com o porteiro, pensando que durante a viagem eu poderia entrar em contato com a loja. Passei o dia inteiro ligando para a loja. Queria pelo menos avisar que a chave estaria na portaria e que eles poderiam montar o armário quando bem entendessem. A essa altura, meu principal objetivo era voltar para casa e que o armário estivesse montado. Quando já estava frustrado e cansado de tentar resolver o problema, algo aconteceu. Tive um “insight” me dizendo que eu havia feito “tudo” possível para que o armário fosse montado e, no momento, só restava-me ter paciência e resignação. Assim, parei de ligar para loja e decidi que resolveria o problema quando voltasse. Quatro dias depois, quando voltei para casa, ao adentrar o quarto, para minha surpresa, lá estava o armário montado. 


Este simples fato do cotidiano pode envolver mais do que um simples mal entendido, pois revezes e aborrecimentos cotidianos podem ser mais que simples fatos....... Pode haver alguma coisa ou alguém comunicando-se com você.
Esteja atento, mesmo nas piores adversidades, o mundo pode estar tentando se comunicar, basta que estejas disposto e em paz suficiente para ouví-lo. Uns chamam “Isso” de acaso, outros de Deus, uns de energia cósmica, etc…. Costumamos dizer “alguma coisa me deu” que me levou a decidir por essa ou aquela atitude ou decisão. Mas a verdade é que estamos onde estamos por alguma razão, por algum motivo, acredite nisso e podes conseguir ouvir e enxergar mais longe. Por mais absurdo que isso pareça, agradeça todos os percaussos da vida, eles não são efeitos randômicos. 
Mesmo os mais simples eventos do cotidiano até as maiores decisões que tomamos, aquelas que envolvem grandes escolhas que concorrem com grandes mudanças como consequências…….se prestarmos bastante atenção saberemos que algo ou alguma coisa nos indica o caminho. És familiar com algum fenômeno deste tipo?..... Se sim, ótimo. Aproveite e aprenda a escutar essa “voz” com mais frequência. Se não, está na hora de parar um pouco, respirar fundo a cada momento e tentar escutar com o coração em paz e a alma equilibrada….. Pare…… respire...... escute……, tem Algo ou Alguém querendo lhe dizer alguma coisa. Assim são também as necessidades de nossas vidas. Se pedimos a Deus paciência, ele não nos dará uma pílula ou remédio com uma bula dizendo como tomá-la; mas sim, te dará situações para que exercites tua paciência. Assim é com todas nossas dificuldades. Se quiseremos ser humildes, ganharemos situações para o sermos. Se quisermos ser mais empáticos, menos orgulhoso, mais sorridentes, sempre teremos as situações adversas para exercitarmos exatamente o que precisamos.  Essas situações serão extremamente complexas e exigirá muita calma e disciplina para que exercitemos nossa tranquilidade e paz.... Para evoluirmos como seres humanos necessitamos de muito treino nestas questões até que esse comportamento se torne um hábito para que não precisemos de mais tanto esforço para vencer o mesmo obstáculo.  Já diz a frase “o hábito faz o monge”… Mantenha isso em mente. 


Luiz Francisco Machado Pfeifer

Esta palavra possui 1 comentário(s). Clique aqui para visualizar e comentar.

Não quer ficar na cidade? Voe para o campo.

​A tese do coelho, 09.12.2012

A visita, 29.10.2012

Sua excelência: a Palavra, 28.10.2012

Filosofia, 28.10.2012

​Ouvindo o mundo, 08.02.2012

Palavras..., 05.02.2012


Vida no Campo: Querência | Raízes | Vivências | Regalos | Retratos | As novas | Opinando... | Versos | Campo lindeiro | Marcas | Chasque
Vida na Cidade: Home | Quem sou | Atividade Profissional | Fotos | Notícias | Crônicas | Poesias | Palavra dos amigos | Contato

Todos os direitos reservados | Marcio Nunes Corrêa